Barra: Escola Municipal está totalmente abandonada e sem merenda escolar há quase um mês, segundo pais de alunos.

O descaso continua na educação Barrense

Por Redação - VOCÊ REPÓRTER 19/07/2017 - 13:50 hs
Foto: Reprodução
Barra: Escola Municipal está totalmente abandonada e sem merenda escolar há quase um mês, segundo pais de alunos.
Imagem ilustrativa
Um ditado popular afirma que “saco vazio não para em pé”. Quando se trata de jovens em idade escolar, não só a quantidade, mas a qualidade do que se coloca no “saco” merece atenção especial e em algumas escolas a falta de merenda é constante.

São atendidos pela merenda escolar os estudantes de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias (conveniadas com o poder público).

Por este motivo, existe o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Um dos objetivos do programa, segundo sua coordenadora-geral Manuelita Brito, é “contribuir para a aprendizagem, o rendimento escolar e a formação de práticas alimentares saudáveis dos alunos”.

Enquanto isso, na região oeste da Bahia na cidade de Barra, os pais de alunos da comunidade de Porto Alegre estão reclamando com a falta de merendeira na escola municipal de Santo Antônio, já tem cerca de 20 dias que a merendeira aposentou, não tem outra pessoa, já tem crianças passando fome na escola com merenda no depósito, uma escola tem 200 alunos e saindo mais cedo. Só tem uma funcionária de limpeza. ''E falta bebedouros, falta porteiro, falta as proteções da janelas e matériais escola e a merendeira, ou melhor falta tudo'' diz um pai de um aluno que não quis se identificar.

Essa é a realidade do descaso com a educação na Barra. O espaço no Jornal está aberto para a secretária de Educação do município prestar esclarecimentos sobre à denúncia.