Crônica: Novidade

Crônica: Novidade

Estando tão longe da vida, tão cercados de eus, eu olho prá vida, e o que vejo é um véu que ofusca meus pensamentos, minha consciência e minha alma.

Olho para a multidão ao meu lado e o que vejo são apenas espelhos de meus eus e, de todos medos meus… o maior é perder as sapatilhas da bailarina, sapatilhas que que me trouxeram a sorte de viver uma vida mais simples e tranquila. Sim ela é minha Cinderela.

Se você pode receber a verdade nua… nua na nudeza do seu quarto, então você está pronto para a verdade, pois ela é a novidade. Novidade que consta na coragem do nosso coração.

Vence-se o medo e embala o coração e, então a pequena Cinderela pega impulso e alça seu voo, tão belo e tão lindo… Que a vida perde o seu pesado passado… Não pensado, mas morto pelo que a ideologia faz.

Aí sim, vem a novidade. Porque ela depende do som e do sonho, ela depende do solado desgastado da sapatilha. E desta forma, começa-se a ver o que antes era só o breu…

A arte de bailar a vida é o que (in)convêm. A novidade não vem da contradição, nem da controvérsia. A novidade é um tipo de paradoxo, que percebe o poético em cada esquina. Há beleza também por trás das máscaras. E os quartos de hotel, como ficam?

Ficam! Com as novas decolagens

Ou terminando uma nova ponte

A novidade não pode ser premeditada, mas por incrível que pareça ela pode vir de algum aprendizado do passado. Agora vejam, até o futuro pode ser mecanicamente um passado. Resta o movimento e o sonhar.

Peço desculpas, pois eu sempre tento evitar a metalinguagem e a confissão, mas hoje estou fraco, longe do orvalho do choro da criança, posta agora como velha. Sim você cumpriu sua lição, e o preço é alto demais. Vou falar sobre mim? Não. E a metalinguagem já está aí, o poeta sorriu para mim e de novo pude vê-la dançar e me tocar com o olhar, já que da sua boca eu roubo o mel.

Leonardo Daniel Ribeiro Borges

poeta, escritor, professor e co-apresentador

do programa radiofônico ‘Liberdade de Expressão’

Da Web Radio Definitiva

25/04/2021

Inhumas, Goiás

Bora compartilhar!

Visitem meu site:

www.poetaleodaniel.com

e-mail:

leodanielrb@yahoo.com.br

One thought on “Crônica: Novidade

  • maio 2, 2021 em 7:57 pm
    Permalink

    Lindo poema que Deus sempre de abençoe meu amigo leal

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *