Combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros entra no 3º dia com apoio de helicóptero, em Goiás

Segundo ICMBio, não há fogo na reserva do Parque, mas equipes ajudam a apagar as chamas. Nova aeronave deve ajudar com transporte de pessoas para locais de difícil acesso.

Por Vanessa Martins,


Combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros em Goiás — Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros
Combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros em Goiás — Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros e brigadistas de diferentes instituições entram em terceiro dia consecutivo de combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros, nesta terça-feira (14). Segundo a corporação, um helicóptero chegou para ajudar no trabalho.

Segundo os bombeiros, o incêndio começou no domingo (12), em Alto Paraíso de Goiás, e já destruiu oito mil hectares de vegetação na região – o equivalente a oito mil campos de futebol.

Estão trabalhando neste combate 65 bombeiros militares de Goiás, 75 servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), nove brigadistas do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo/Ibama), além de voluntários.

Entre esses voluntários está Ivan Anjo, que explicou como o helicóptero será de grande ajuda no transporte de pessoas para locais de difícil acesso, por exemplo.

“Ele permite o transporte de brigadistas diretamente a locais isolados de combate. Às vezes a gente tem que caminhar 10 km para chegar à linha do fogo e já se chega cansado e demora. O helicóptero pega meia dúzia de brigadistas, joga no ponto, volta, pega mais meia dúzia. Rende muito mais”, disse.

Helicóptero ajuda no combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros — Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros
Helicóptero ajuda no combate a incêndio na Chapada dos Veadeiros — Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros

Diretor do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Luiz Neves informou que o local está funcionando normalmente e que não há incêndio dentro da área de preservação. No entanto, como o fogo está destruindo regiões próximas, há equipes do ICMBio atuando no combate às chamas.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo chegou a uma área a 20 km de distância do primeiro foco.

O trabalho da corporação está concentrado na região da Serra dos Segredos – entre o Vale da Lua e o Parque Estadual Águas do Paraíso. A corporação registrou que a preocupação está voltada para proteger casas e propriedades rurais da região.

Por causa do incêndio, o Vale da Lua e a Cachoeira do Segredo estão fechados, segundo os bombeiros.

Turistas isolados

O incêndio começou no domingo, no Vale da Lua, em Alto Paraíso de Goiás. Cerca de 100 turistas que estavam no local ficaram isolados na área devido ao fogo. Eles tiveram que esperar cerca de 1h30 para serem resgatados.

O advogado Walmir Cunha estava no local e relata que, em certos momentos, o sentimento era de preocupação. “Teve um momento em que houve um pouco de pânico, pois tínhamos que passar em uma ponte, em fila indiana, e as pessoas começaram a se empurrar para sair. Fiquei um pouco assustado nessa hora”, disse.

Um brigadista voluntário ficou ferido ao cair no fogo enquanto ajudava no combate ao incêndio. Ele escorregou de uma ribanceira e caiu dentro do fogo, foi atendido em um hospital e liberado em seguida para seguir tratamento em casa.

Queimada na Chapada dos Veadeiros em setembro de 2021, Alto Paraíso de Goiás — Foto: ICMBio/Divulgação
Queimada na Chapada dos Veadeiros em setembro de 2021, Alto Paraíso de Goiás — Foto: ICMBio/Divulgação

Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/09/14/combate-a-incendio-na-chapada-dos-veadeiros-entra-no-3o-dia-com-apoio-de-helicoptero-em-goias.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *