Polícia prende grupo suspeito de agiotagem e assassinatos em Rio Verde

Segundo a polícia, grupo matou um fazendeiro que devia R$ 700 mil. Delegados e promotores foram ameaçados durante as investigações.

Por Vitor Santana,


Armas e munições foram apreendidas durante operação que prendeu suspeitos de agiotagem em Rio Verde — Foto: Reprodução/Polícia Civil
Armas e munições foram apreendidas durante operação que prendeu suspeitos de agiotagem em Rio Verde — Foto: Reprodução/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira um grupo suspeito de agiotagem, ameaças e homicídios em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Ao todo, dez pessoas foram presas e foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão.

Segundo a polícia, a organização criminosa pegava dinheiro com pessoas ricas e repassava os valores em esquema de agiotagem. Em alguns casos, eles extorquiam credores e devedores. Em um dos casos, em 2018, um fazendeiro de 54 anos que devia cerca de R$ 700 mil foi assassinado.

Na época, foi registrado no boletim de ocorrências que um homem em uma moto atirou contra a vítima, que estava dentro do carro.

Durante as investigações sobre a organização criminosa, delegados e promotores chegaram a ser ameaçados, segundo a polícia. Ao cumprirem os mandados judiciais, a polícia encontrou armas, dinheiros e cheques nas casas dos presos.

Os presos vão responder pelos crimes de homicídio, associação criminosa, falsidade ideológica, fraude processual, coação no curso do processo e usura, que é emprestar dinheiro com pagamento de juros.

Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/08/26/policia-prende-grupo-suspeito-de-agiotagem-e-assassinatos-em-rio-verde.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *