Aluno que esfaqueou colega em escola vai assistir aula online e fazer tratamento psicológico após ser solto de delegacia

Justiça determinou uma série de medidas restritivas para ele e obrigações para os pais. Aluna disse que ataque aconteceu após ela repreender o menino por tocar partes íntimas de amiga.

Por Rafael Oliveira,

O aluno que esfaqueou uma colega na nuca dentro do Colégio Estadual Polivalente Professor Goiany Prates, em Goiânia, vai assistir aula online e fazer tratamento psicológico após ser solto da Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

O Tribunal de Justiça (TJ-GO) concedeu liberdade ao estudante de 15 anos na terça-feira (24), com uma série de medidas restritivas para ele e obrigações para os pais. Ele foi apreendido pela Polícia Civil logo após atingir a nuca da colega uma faca de serra, na segunda-feira (23).

A adolescente, que também tem 15 anos, levou três pontos no local da perfuração e passa bem. Ela contou que dias antes do ataque repreendeu o colega por ele ter tocado em partes íntimas de uma amiga. A estudante afirmou que não esperava a agressão e levou um susto.

Adolescente foi apreendido após dar facada em colega em escola de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Adolescente foi apreendido após dar facada em colega em escola de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A advogada Ana Cláudia Amorim Santos, que defende o estudante, ponderou que ele tem transtornos mentais e estava sofrendo bullying por um grupo de colegas.

“Tinha um grupo de colegas que estavam o tratando de forma bem mal. Ele não tinha crises há muito tempo. O estudante está bem arrependido e chorando bastante”, explicou a advogada.

Veja as medidas determinadas pela Justiça:

  • Manter-se recolhido em sua residência, onde deverá proceder com as aulas escolares em regime online;
  • Manter-se afastado da ofendida, seus familiares, as testemunhas, por qualquer meio de comunicação;
  • Dever de obediência aos pais ou responsáveis;
  • Atender a todas as convocações (audiências, reuniões etc.) realizadas por autoridades policiais e judiciárias (Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário etc);
  • Informar ao Poder Judiciário eventual mudança de endereço;
Menina precisou levar três pontos na nunca após receber facada dentro de escola, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Menina precisou levar três pontos na nunca após receber facada dentro de escola, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Além disso, a Justiça aplicou ao adolescente medidas protetivas, como a inclusão em serviço e programa oficial ou comunitário de proteção e a requisição de tratamento médico, psicológico ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial.

Aos pais, foram aplicadas as medidas de encaminhamento do estudante a tratamento psicológico ou psiquiátrico.

Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2021/08/25/aluno-que-esfaqueou-colega-em-escola-vai-assistir-aula-online-e-fazer-tratamento-psicologico-apos-ser-solto-da-delegacia.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *