Crônica: Sonhos a sós

Crônica

TÍTULO: Sonhos a sós

Ou sobre: chances na vida

TÍTULO: Sonhos a sós

PSEUDÔNIMO: Léo Daniel

Quando paramos para pensar que sonhar coletivamente faz o sonho ser real, nos deparamos com o fato de que mesmo tendo os mesmos sonhos eles não se realizam. E não se realizam para o nosso próprio bem. Você quer um exemplo do que digo? Ás vezes uma coisa que tanto queremos pode nos fazer mal… Confundimos conforto com felicidade, e medo com segurança. Confundimos desejo com sonho. Sonho é necessidade. Sonho é intuição.

                Tudo isso prova que o mundo nessa pandemia se isolou em sonhos vividos narcisicamente e apenas no grupo do rol social a que frequenta, quanto na verdade deveria ser só a sós. Isto ocorre quando de forma egoísta não fazemos o distanciamento social. Me parece que ao meu ver, há uma carência afetiva muito grande, e por isso, o desejo de se socializar. Um sonho a sós já é uma intenção e toda intenção é uma condição de contato com o sagrado para que possamos assumir uma nova realidade.

                São momentos muito difíceis os que estamos vivendo, muita gente morta e morrendo… e a sociedade se tornando vítima dos desmandos de governantes. Muita gente morrendo sem poder ter uma despedida digna… Sem poder compartilhar um sonho… Para quem fica…

                São vidas ceifadas sem motivos, sem razão. Enquanto os sonhos ainda estão presos ao chão. Os sonhos sonhados, tem que ter final feliz (happy end), esses mesmos sonhos já são orações, pegue uma vela acenda ela com uma intenção, principalmente, no lusco-fusco do fim de tarde. Durante 10 minutos você irá imaginar que todos seus queridos amigos e familiares (que morreram na pandemia) estão bem e felizes. Faça isso olhando para a vela. Faça isso todos os dias e você vai melhorando.

                Não é apenas isso que devemos fazer. Depois dos 10 minutos, chegou a hora de lembrar coisas boas que nossos queridos e queridas viveram com você e que agora estão internados. E então você poderá ver que essa situação mesmo trágica tem sua esperança.

Faça isso, que você irá perceber que há muitas chances na vida. Faça da vela a luz da sua alma… Almas entendem a Deus. E por amor, vamos a partir de hoje usar duas máscaras e não uma só. Chegou da rua tire os calçados. Use o álcool gel. Cumpra os decretos de isolamento social. Faça a sua parte. Porque a Linha de Frente já está fazendo a parte dela. E Deus precisa da nossa consciência para atuar.

                Você irá ver…. Que seus sonhos não acabaram e que você NÃO está sozinho… Aliás, nunca esteve!

Leonardo Daniel Ribeiro Borges

(poeta, professor,

apresentador do programa Liberdade de Expressão, escritor)

19/03/2021

Inhumas, Goiás

 

Bora compartilhar!

Visitem meu site:

www.poetaleodaniel.com

contato: leodanielrb@yahoo.com.br

One thought on “Crônica: Sonhos a sós

  • março 23, 2021 em 1:49 pm
    Permalink

    Quando eu cheguei e vi a loja com essa frase meus olhos se encheram de lágrimas. É muito lindo ver essas frases que nos impulsionam a continuar positivos e acreditar que isso tudo vai passar”,

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *