SUPLÍCIO DAS ÍNDIAS – Escrito por Hélio Baragatti Neto

Eram, antes e acima de tudo, duas pessoas. Ambas mulheres. Ambas jovens. Nascidas
em lados opostos do planeta. Mas sob o mesmo velado signo da intolerância. Intolerância que
fere, mutila e mata.


Uma era indiana. A outra indígena, brasileira.


Às duas coubera o mesmo destino. A morte. Esse mesmo tipo de morte que se
costuma chamar violenta, prematura e brutal.


A primeira, linchada pelo avô e pelos tios aos 17 anos de idade por vestir calças jeans
em uma cerimônia religiosa, não teve chance de se defender. Tempos antes, seus
familiares/algozes já a haviam reprimido severamente, obrigando-a a deixar os estudos. Após
o falecimento da adolescente, seu corpo foi pendurado em uma ponte.


Igualmente indefesa, a segunda teve encerrada aos 11 anos de idade sua passagem
pela Terra depois de ter sido submetida a um estupro coletivo do qual participaram 5
“homens”, entre eles, 3 menores de idade e um tio da menina. O corpo da criança foi
encontrado em um penhasco.


Eram, antes e acima de tudo, duas pessoas. Punidas por serem mulheres. Condenadas
à morte ainda jovens. Vítimas da misoginia. Misoginia que fere, mutila e mata. Como se nascer
mulher representasse um crime. Crime cuja sentença é a extinção da vida. Vida de que são as
mulheres as principais guardiãs.


Ser homem é uma dádiva. Ser mulher também deveria ser. Afinal, homem e mulher se
equiparam na sagrada associação que conduz à fundação da existência.


Empoderar as mulheres é fundamental. Respeitá-las, no entanto, é mais urgente.
Porque o respeito é sempre o primeiro passo. Principalmente, o respeito à vida e ao seu
caráter eminentemente feminino.

Sobre o Autor: Helio Baragatti Neto é Professor, Escritor, Palestrante, Músico, Fotógrafo, Youtuber e Radialista. Possui Graduação em Letras pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) e Mestrado
em Letras e Lingüística Pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Atua desde 2006 como
Professor da Rede Municipal de Educação de Inhumas. Como Escritor, têm 5 livros publicados
e já participou de diversas antologias. Possui, na plataforma de vídeos Youtube, o canal “Sala
De Poesia”. Apresenta, em companhia do também Escritor Leonardo Daniel, o programa
radiofônico “Liberdade De Expressão”, veiculado pela Web-rádio Definitiva. Colabora Com A
Revista Perfil Centro Oeste desde a 31ª Edição. Também é colaborador mensal do Jornal
Centro Oeste. Nas redes sociais, pode ser encontrado nos seguintes endereços:


HTTP://www.facebook.com/helioneto.baragatti
HTTP://www.twitter.com/helionauta
HTTP://www.instagram.com/helio_baragatti
Whatsapp: (062)99916-6244

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *